5 coisas que você deve esperar quando for aprender a programar!

Ultimamente, várias pessoas têm me perguntado como aprender a programar, como eu aprendi ( se é que eu aprendi! rs ) e aí me deparei com um post no blog do Drew D’Agostino que eu achei bem simpático e vou fazer uma releitura aqui pra vocês, beleza!? Quem quiser ver o original está aqui.

Agora vamos a minha versão?!

Bom, quando eu decidi fazer Ciência da Computação, ou melhor o destino decidiu perfeitamente pra mim que eu deveria fazer Ciência da Computação, afinal eu ia fazer Engenharia ( qualquer uma, não importava) e Ciência da Computação era minha 3° opção. Quando não passei em engenharia foi um drama e hoje vejo que essa foi uma das melhores coisas que me aconteceram!

Descobri que programar é uma maneira de tornar realidade aquilo que só existe na imaginação, no pensamento, no raciocínio. Vai além de novas linguagens, de conceitos e de oportunidades. Programação é uma plataforma para a criatividade.

Abaixo vou listar 5 fatos que a programação mostrou pra mim e pro Drew D’Agostinho! rs

São coisas que eu tenho experimentado várias vezes durante esses anos de IME e de projetos. Eu acho que eles são bastante universais.

1. Você vai perceber o quão inteligente você é e o quanto não é.

aaaa que menina fofa! Tinha que arrumar um jeito de colocar ela no post!

É fácil deixar subir à sua cabeça quando alguém diz : “Nossa, como você é bom”, só pela interface fofinha que você fez. Porém,  tudo vai por água abaixo quando você precisa programar em uma linguagem desconhecida ou entender um projeto mostruoso e você leva semanas/meses com isso.  Programação não é assim. Ele vai te dar uma tela lotada de erros só porque você esqueceu um ponto-e-vírgula.
2. Você vai “perder” horas a fio fazendo algo errado.

ooooh cansera!

Eu digo perder, porque isso é o que se sente às vezes. Você passa uma noite inteira fazendo função atrás de função, testes e mais testes,  vai para a cama feliz e, no dia seguinte percebe que eles são totalmente incompatível com o sistema como um todo, que eles não são exatamente o que você precisava e você tem que refazê-las. Você tem certeza que é uma perda, mas não é. Você está sempre aprendendo quando programa, se o seu código resolve ou não o problema. A chave é aprender com o que você fez de errado e, na verdade, da próxima vez que ele vem não cometer o mesmo erro (como com qualquer coisa na vida).

3. Você vai aprender como aprender.

Se vira! Pega o livro, lê e aprende!

Isso vale para tudo – não apenas coisas de computação. O maior desafio de começar a aprender a código não é conjuntos de sintaxe ou problema …Por quê? Porque você não tem idéia do que você está olhando, do que tem pela frente. Você não sabe por onde começar. Mas você começa e vai, vai, vai e aprende sozinho e é obrigado a pensar e resolver os seus problemas com suas próprias mãos. Isso te dará uma autonomia que você leva pra vida toda.

4. Você vai pensar em tudo de forma diferente.

Pensa! Pensa! Cria! Pensa! Pensa!

Você vai olhar o site bonitinho e vai “Inspecionar elemento” pra ver como aquilo foi feito, vai começar a achar muito normal palavras como implementar e incrementar, vai dançar quando nenhuma linha for impressa depois que rodar um código e passar mais de 12 horas na frente de um computador.

5. Você vai se perguntar por que não começou antes.

Outra da série: Menina fofa que eu precisava colocar no post!

Eu aprendi a programar só na faculdade e fico pensando que devia ter fuçado antes nessa área, isso teria me trazido inúmeros benefícios. Devia, pelo menos, ter  lido mais sobre isso na adolescência e estudado mais matemática no colégio! rs

É isso…alguém tem mais algum fato pra acrescentar? Comentem!

beijos!

11 comentários sobre “5 coisas que você deve esperar quando for aprender a programar!

  1. Thassya disse:

    Muito bom o post!!! Adorei…
    Eu comecei agora e é um incentivo bem grande, já que todos dizem que uma hora eu vou desistir, por que programar é chato e etc… Eu me pergunto também pq nao comecei antes, mas nao adianta chorar o leite derramado, bora trabalhar com o que temos.

    E .. sim, quando você executa um programa sem erros, é como se realmente o céu fosse o limite ;P

  2. Douglas Lopes De Melo disse:

    Olá, Ca’… Não sou mulher, tampouco estudo CC no superior, mas já cheguei perto disso outrora. ^^)
    Minhas primeiras experiências – muito elementares – são com o latim e o sânscrito da programação: Pascal e Basic… Lembro até de ter desistido de programar em Pascal porque nunca conseguia compilar uma cláusula de “Se… Então… Senão”, só por causa de colocar um “; ” na digitação. Hahahaha!

    Ah! E outro dia, comentei com tua mana o quanto vocês duas já não poderiam ter confabulado fazer um simulador de linguagem verbal ^^)

    Sortes com teus projetos!

    ;Doug.

  3. Carol disse:

    Muitas coisas que você disse, sobre ver as coisas de outra forma e inspecionar elementos é o que ando fazendo ultimamente.
    Estou no fim do 2º ano de CC.. a vida é uma loucura cada vez mais 🙂
    Gostei muito do site! vou passar aqui sempre!

    Carol.

  4. Marcella Lima\ Jade Marlla disse:

    Ola!
    Tenho 16 anos e faz quase um ano que comecei o curso de TI e com uma área tao grande,estou pesquisando bastante sobre cada um e confesso que me interessei por programação. fora que desde os 10 anos mexia com HTML para blogs e sites(abandonei faz alguns anos) e encontrei seu blog que tem vários assuntos a cerca dessa área
    O que você sugere a uma pessoa como eu que estou um pouco desorientada,não sabe para onde ir ?

    Beijos

    Marcella Lima

  5. Elisia marinho disse:

    Poxa, que bacana esse post !
    Realmente inspirador, pois já pensei varias vezes em desistir, até mesmo por falta de incentivo ou ajuda na hora de desespero !!!!! rsrsrs
    Mas continuarei tentando, desistir jamais !!!!

  6. sarahti disse:

    Muito legal! que bom que não sou só eu que me sinto assim, kkkk, hoje eu vejo o quanto essa área se encaixa perfeitamente para mim, estou cursando Ciência da Computação 2 semestre e não me vejo fazendo outra coisa, amo,amo,mesmo com as dificuldades! estou aprendendo a amar desafios! Obrigada pelo post, dá um incentivo e tanto. Estou acompanhando o site a um mês e estou amando tudo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s