Contato

Fique mais perto, fale com a gente!
Para qualquer informação sobre o blog, feedback positivo ou negativo,
convite ou comentário, entre em contato através do formulário abaixo:

28 comentários sobre “Contato

  1. Roseane Costa disse:

    Boa tarde Camila!

    Meu nome é Roseane, tenho 25 anos, sou de Belo Horizonte MG, atualmente sou estudande de Análise e Desenvolvimento de Sistemas e desenvolvedora a 4 meses em uma empresa de Seguros. O motivo por ter feito contato é o mesmo por pesquisar sobre mullheres desenvolvedoras. ME SINTO SÓ! O número de mulheres que trabalham com programação é muito baixo, na verdade não conheço nenhuma.
    Na faculdade até entraram algumas meninas no curso, mas atualmente todas desistiram, menos eu e na empresa que trabalho todas as meninas trabalham com testes e mais uma vez, só eu como desenvolvedora.
    Quero participar de enventos, encontros de mulheres nessa área. Me convide! rss.
    Bjs e parabéns pela iniciativa!

    • Camila Achutti disse:

      Que bom ouvir sua história! Pode apostar que você não é a única que se sente assim! Por isso temos que nos unir! : )

      Sempre que precisar conversar passa aqui no blog, deixa um recadinho…ou lá na nossa página do face…ou no email! Sem problemas!

      Seja muito bem vinda!

    • Matheus Garajau disse:

      Olá Camila,

      Me chamo Matheus, estou cursando ciência da computação na UniBH, estamos desenvolvendo um trabalho interdisciplinar que tem como tema mulheres na computação, e ninguém melhor pra falar sobre isso do que as mulheres do “Mulheres na Computação”, o objetivo do nosso grupo é achar uma forma de chamar a atenção das mulheres para essa área, fazendo que o número de mulheres nesse curso cresça de uma forma significativa e satisfatória. Queremos sua ajuda para essa “missão”, vamos juntar vários vídeos pequenos, de no máximo 10 segundos, convidando as mulheres a entrarem no curso, ou procurarem saber mais sobre, queremos saber se você poderia gravar um vídeo e nos enviar??!

  2. Ingrid disse:

    Boa noite!
    Meu nome é Ingrid, tenho 18 anos e sou aluna de Letras da UERJ. Estou participando de um projeto de Iniciação Científica na área de Linguística que envolve a criação de um aplicativo. O problema é que eu não sei como fazer um aplicativo!
    Estou procurando ajuda de mulheres que entendam, possam e queiram me ajudar.

    Obrigada,
    Ingrid Peres.

  3. Fernando Gomes disse:

    Boa noite Camila assisti a sua entrevista na globo news e queria te parabenizar pelo seu trabalho que me deixou muito contente em ver que mulheres com vc estão contribuindo para desenvolvimento de um mundo melhor e pela valorização da mulher e que continue sempre assim e que Deus te abençoe. Tudo de bom.

  4. Renata Oliveira disse:

    Oiee! 🙂 Camila, te descobri a poucos dias, te enviei uma email buscando sanar algumas dúvidas, mas não sabia que existia esse cantinho para nós! Então, sou estudante de Análise e Desenvolvimento de Sistemas, estou indo para o 4º período \m/ , faço essa graduação online, pois foi o que pude investir. Por ser online, fico sem conhecer ninguém da área e me sinto prejudicada, por isso gostaria de saber que dica você daria para quem estuda online e quer fazer parte de projetos. Eu quero muito aprender na prática o que estudo,sabe. Parabéns por todas as conquistas e projetos. Eu simplesmente AMEI saber da sua existência. Sempre entro aqui no site e em seu instagram, pois me inspira e me agrega os melhores valores! Obrigada desde já! Beijinhoss! ^^

  5. Renata Lucena disse:

    Que bom ter encontrado esse cantinho, para tirar minha dúvida direto na fonte.
    Meninas, vocês acham loucura uma mulher entrar na área de T.I depois dos 30?Tenho 32 anos e sou formada na área de humanas, mas estou decidida a voltar a estudar e partir para a área de computação. O meu medo é claro,além de ser mulher, é a idade. Eu quero ingressar no mercado de T.I. Não vou fazer o curso apenas por fazer, a intenção é construir carreira. Vocês acham que existe oportunidade para pessoas mais velhas ou é tarde demais?

        • Tayná Bernardes disse:

          Olá, Tenho 32 anos e decidi entrar de cabeça nessa área, tenho muita sede por conhecimento, mas assim como a maioria das mulheres, tenho que conciliar o trabalho, a casa e meu papel de mãe, portanto o maior desafio que encontro é o tempo… Iniciei um curso técnico de informática com ênfase em programação, estou adorando… Meu objetivo é fazer Gestão de TI e não parar…
          Estou ansiosa pelo post também, pois me passa isso na cabeça o tempo todo, a questão da idade…
          Obrigada!

  6. Arnaldo José disse:

    Gosto muito de ver mulheres entrando em áreas que outrora eram ocupadas somente por homens. Lembro-me da FENASOFT de 1989, a primeira que fui, onde era possível encontrar mulheres em duas situações, nos estandes apresentando produtos ou de mãos dadas aos companheiros que trabalhavam na área. Hoje é possível encontra-las palestrando, discutindo tecnologia de igual para igual e muitas vezes em nível muito superior.

    Esta é uma maravilha, uma grata maravilha, pois além de afomentar conhecimento, qualidade e beleza no setor, também impõe rapidamente um respeito mais refinado nos assuntos abordados.

    Parabens e insentivo muito a continuidade deste trabalho.

    Seria legal disponibilizar no blog assuntos relativos a design, programação entre outros mais!

    Um cordial abaraço e sucesso!

    Arnaldo José!

  7. liahferreira disse:

    Olá Camila!
    Meu nome é thalia, tenho 18 anos, moro em Teresina/Piauí, e estou cursando o último ano do ensino médio. Grande parte dos meus colegas de classe estão decididos sobre qual curso superior irão fazer, e eu na verdade já mudei diversas vezes de ideia, porém esses últimos meses eu tenho pesquisado e me interessei muito sobre a área de tecnologia e computação. Aqui onde moro a melhor universidade é a federal (UFPI), e dos cursos que ela disponibiliza nessa área, o que mais me chamou atenção foi ciência da computação. Então eu pesquisei muito sobre esse curso e achei uma entrevista sua para o canal da Julia Jaccoud, no Youtube, e fiquei ainda mais interessada. Para ser sincera eu fiquei um pouco apreensiva quanto a alguns fatores, pois eu não sou muito boa em matemática, não tenho muita facilidade e sempre foi a matéria mais complicada pra mim na escola, outro fator é que no Piauí não há um amplo mercado de trabalho nessa área, e o último fator é que eu gosto muito de computação, mas por hora conheço apenas o básico, será que é suficiente?!
    Enfim, eu quero trabalhar em algo que eu realmente goste, e que faça diferença, não apenas para ganhar dinheiro. Achei super interessante sua carreira, e eu gostaria de saber se você tem alguma dica pra me dar!
    Beijos, obrigada por ler, parabéns e bom trabalho!

    • Camila Achutti disse:

      Liiii, queria te dizer que tudo é possível…e tem tantas possibilidades no mundo de tecnologia que eu tenho certeza que você vai encontrar seu espaço!! Acho que você deve seguir seu soonho sem pensar muito se você é boa ou não em matemática : )

      Mil beijos!

  8. cristina luz disse:

    Eu sou cris, eu sou programadora, apaixonada por linhas de códigos.
    Mas infelizmente o número de mulheres na programação é pouca,
    hoje por exemplo 13/10 é #adalovelaceday um dia de reconhecimento
    para primeira programadora, porém nunca tinha ouvido falar dela, e tanto
    outras, eu quero muda o cenário atual a respeito de programação.
    Por isso comecei um blog http://www.desprograme.com.br, nesse quero postar
    dica a respeito de programação e fazer um ebook. A unica coisa que quero do
    fundo coração é pessoa parem de desisti e que mulheres tenha força de vira essa historia.
    #maismulheres na #programação. #vivaaprogramação.

  9. Desprograme (@Desprograme123) disse:

    Eu sou cris, eu sou programadora, apaixonada por linhas de códigos.
    Mas infelizmente o número de mulheres na programação é pouca,
    hoje por exemplo 13/10 é #adalovelaceday um dia de reconhecimento
    para primeira programadora, porém nunca tinha ouvido falar dela, e tanto
    outras, eu quero muda o cenário atual a respeito de programação.
    Por isso comecei um blog http://www.desprograme.com.br, nesse quero postar
    dica a respeito de programação e fazer um ebook. A unica coisa que quero do
    fundo coração é pessoa parem de desisti e que mulheres tenha força de vira essa historia.
    #maismulheres na #programação. #vivaaprogramação.

    dev’s obrigada!!
    a mensagem acima foi um desabafo

    bjus
    cris 🙂

  10. Jullia Pimenta disse:

    Oi Camila,

    Tudo bem?
    Adoro ler seus posts! Estou começando a programar agora. Gostaria de algumas dicas de livros, vídeos e pessoas inspiradoras nessa área. Venho da área educacional e posso te dizer que estou encantada 🙂

  11. KATIA MARIA JUCA TEIXEIRA disse:

    Bom dia! Meu nome é Kátia Teixeira, sou graduada em Análise e desenvolvimento de Sistemas e técnica em Redes de Computadores. Hoje trabalho em uma ONG como professora de informática.
    Fiquei muito feliz em saber que tem meninas como eu, que pensam e tem as mesmas dificuldades que enfrento.
    Gostaria muito de manter contato com vocês, de trazer idéias inovadoras para a localidade onde moro por ser muito carente.
    Tenho um grande interesse de desenvolver algo tecnológico social para pessoas que ainda não te acesso.
    Ficaria lisonjeada em um dia poder ter o apoio de vocês!
    (88) 9650-3377 (whatsapp)

  12. -Procopio disse:

    Boa tarde camila eu to cursando BCC, e eu li sua entrevista no Oglobo e queria parabenizar você e todas as mulheres que fazem qualquer curso q envolve tecnologia hoje, e as que ja terminaram e as que ja estão atuando na area, tudo de bom e continue assim.

  13. Flávia Rafaele Marcondes disse:

    Bom dia….
    Gostei muito da ideia de vocês….
    Pelo que eu pude perceber os eventos são bem restritos..
    Quem pode participar dos eventos?

  14. Gustavo Gonçalves disse:

    Olá Camila, acompanho seu blog já faz uns 2 anos, primeiro queria agradecer pela inspiração e te parabenizar pelo trabalho. Uma vez assisti um hangout no qual você falava sobre formação acadêmica para programação. Acabei de terminar o Ensino Médio e estou indo pra uma formação superior, qual curso você acha mais recomendado pra um talvez/futuro programador em na área de redes e desenvolvimento de Apps.
    Ciências da Computação ou Engenharia de Software?

  15. Arielle disse:

    Olá Camila.
    Meu nome é Arielle e tenho 18 anos e moro em Teresina/Piauí, bem eu Tô no meu último ano do ensino médio e escolhi ciência da computação como meu curso, mas eu tenho medo por conta da matemática e eu sou muito ruim nessa parte, sem falar que eu não tenho um conhecimento amplo sobre tecnologia o que está me deixando apreensiva sobre isso. Vc acha que dá pra aprender a parte de exatas no decorrer do curso? Além disso, queria saber se vc sofreu muito preconceito por ser mulher nessa área?.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s