Do “Eu sei” para “Eu confio”: as novas bases da educação!

Olá pessoal,

sabe o que eu fiz nesse feriado? Estudei! E foi incrível!

IMG_20150709_160620

Tive a chance de estar no workshop do David E. Goldberg e Mark Sommerville autores do livro A Whole New Engineer, que é leitura obrigatória para qualquer um que se interesse por educação, o nome talvez espante aqueles que não sou engenheiros ou não trabalham com isso, mas esse livro é incrível para qualquer educador! Confiem! hahahaha

Bom, foram 12hs de curso e aprendi uma infinidade de coisas, como não dava para escrever todas decidi serapara as 3 principais na minha opnião:

Professores como facilitadores e não como experts

Sempre acreditei nisso, no professor que mostra o caminho e não se coloca como a melhor e maior fonte do seu conhecimento, talvez porquê eu já tenha feito faculdade na era do MOOCs (coursera, udemy…). Enfim, depois do curso ficou ainda mais claro que o papel do professor é ser um treinador desse futuro profissional que tem que aprender a aprender, senão de nada vai adiantar a faculdade, já que nos tempos atuais tudo muda muito rápido.

Comunicação é a chave de tudo

Tive uma revelação durante o curso. Na verdade todos tiveram guiados pelos incríveis Mark e David…a base de qualquer profissão têm que ser a comunicação. Hoje nada se faz sozinho, então de que adianta eu ter uma técnica perfeita se eu não consigo me comunicar com meus colegas de projeto, meu chefe ou professor? NÃO ADIANTA NADA! E nenhuma universidade dá foco para isso! WHY? E tudo isso piora quando começamos a pensar o que um engenheiro faz e entrega no seu dia a dia…vou dar um exemplo pessoal: Eu como engenheira de software preciso saber programar, certo!? Mas a partir do momento que eu passo a trabalhar em um time, lidar com cliente eu TENHO que saber me comunicar…e agora me digam? O que é um engenheiro de software solitário em sem cliente? Entenderam?

Precisamos confiar no processo e no ser humano

Se eu não acredito no que faço, na instituição que eu estudo ou em quem está comigo na jornada não tenho nenhuma chance de ser bem sucedido. Precisamos passar a ver os estudantes como seres humanos inovadores em estado nacente…temos que confiar na capacidade de errar e aprender. Aliás precisamos começar a ver a falha como uma oportunidade bacana de aprender e nos tornar “resolvedores” de problemas mais criativos.

IMG_20150710_135024

Bom é isso! Bora mudar a educação no nosso país?

Mil beijos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s