Apple lança programa de desenvolvimento de aplicativos para apoiar mulheres empresárias

Novo Acampamento Empreendedor Oferece Laboratório de Tecnologia Imersiva e Mais para Desenvolvedores de Aplicativos Femininos que são Fundadores e Empreendedores

CUPERTINO, Califórnia – 26 de novembro de 2018 – A Apple anunciou hoje o lançamento do novo Entrepreneur Camp, uma iniciativa inédita destinada a criar novas oportunidades para negócios dirigidos por aplicativos pertencentes ou liderados por mulheres através de um intenso laboratório de tecnologia, suporte especializado e orientação contínua.

Para ser elegível para o programa, a aplicação de empresas orientadas a aplicativos deve ser fundada, co-fundada ou liderada por mulheres e ter pelo menos uma mulher na equipe de desenvolvimento – bem como um aplicativo ou protótipo funcional e o desejo de aproveitar as tecnologias da Apple para se beneficiar sua missão. A sessão piloto do programa, a partir de janeiro de 2019, está agora aceitando inscrições.

“A Apple está empenhada em ajudar mais mulheres a assumir papéis de liderança em todo o setor de tecnologia e além”, disse Tim Cook, CEO da Apple. “Estamos orgulhosos de ajudar a cultivar a liderança feminina na comunidade de desenvolvimento de aplicativos com o novo Apple Entrepreneur Camp e estamos inspirados tanto pelo incrível trabalho que já está acontecendo quanto pelo que com certeza virá.”

“Este é um programa que importa”, disse Gina Bianchini, investidora e fundadora e CEO da Mighty Networks. “O novo Empreendedor Camp diz que a Apple quer investir seus conhecimentos em uma gama diferente, mais rica e mais diversificada de desenvolvedores de aplicativos e especialistas em produtos de uma forma significativa, e isso é um grande negócio para a indústria”.

O Empreendedor Camp realizará sessões trimestralmente, com uma coorte de 20 empresas de aplicativos aceitas para cada rodada. A sessão piloto incluirá 10 empresas.

Uma vez aceito, cada empresa terá a oportunidade de enviar três participantes para Cupertino, na Califórnia, para um programa imersivo de duas semanas no campus da Apple, incluindo assistência individual em nível de código com engenheiros da Apple, sessões sobre design, tecnologia e App Store. ® marketing, bem como orientação e suporte contínuos de um representante da Apple Developer. Cada empresa participante também receberá dois ingressos para a WWDC do ano seguinte.

As empreendedoras femininas continuam enfrentando desafios para obter financiamento, treinamento e apoio no cenário de capital de risco – recebendo US $ 1,9 bilhão em financiamento em 2017, em comparação com US $ 83,1 bilhões para homens. Apesar desses obstáculos, as empresas de propriedade das mulheres estão crescendo mais de duas vezes mais rápido do que a média nacional dos EUA, com startups de tecnologia lideradas por mulheres apresentando um retorno do investimento 35% maior do que as startups de tecnologia lideradas por homens.

Para mais informações sobre o Apple Entrepreneur Camp ou para se inscrever, visite developer.apple.com/entrepeneur-camp.

A Apple revolucionou a tecnologia pessoal com a introdução do Macintosh em 1984. Hoje, a Apple lidera o mundo em inovação com iPhone, iPad, Mac, Apple Watch e Apple TV. As quatro plataformas de software da Apple – iOS, macOS, watchOS e tvOS – oferecem experiências ininterruptas em todos os dispositivos da Apple e capacitam as pessoas com serviços inovadores, incluindo App Store, Apple Music, Apple Pay e iCloud. Os mais de 100.000 funcionários da Apple dedicam-se a produzir os melhores produtos do mundo e a deixar o mundo melhor do que o encontramos.

Inscreva-se no Programa de Aceleração BrazilLab

O BrazilLAB está com inscrições abertas para seu Programa de Aceleração, que busca conectar startups ao setor público! São seis desafios: Saúde, Educação Empreendedora, Inclusão Social, Segurança e Cybersecurity, Meio Ambiente e Gestão de Pessoas. E mais, 30 startups serão aceleradas! 

O Programa oferece: mentoria individual com especialistas, workshops, acesso a investidores e a líderes públicos e conhecimento sobre desafios da gestão pública. Além disso, as três soluções vencedoras receberão investimento de R$50 a R$200 mil, além de suporte na implementação da solução no setor público.

As inscrições estão abertas até dia 08 de outubro!

Mais informações também podem ser encontradas no site oficial: https://inscricao.brazillab.org.br/

Contamos com você!

#BrazilLAB2018

HackBrazil 2019 está com inscrições abertas

A competição de tecnologia entra na sua terceira edição com R$100mil em prêmios

Vinculada à Brazil Conference at Harvard & MIT, a HackBrazil acontecerá pela terceira vez com a missão de reunir hackers, designers e empreendedores para desenvolver projetos que usem tecnologia para resolver os principais problemas do Brasil. Em abril de 2019, nos Estados Unidos, os dois primeiros colocados da competição receberão os prêmios de R$ 75 mil e R$ 25 mil, respectivamente. As inscrições podem ser feitas pelo site http://www.hackbrazil.com e vão até o dia 3 de setembro.

A HackBrazil aceita ideias e projetos de empreendedores brasileiros, de todas as indústrias, em fase inicial de desenvolvimento e que demonstram um claro impacto social na realidade do País. A competição acontece em três principais etapas. Na primeira fase, é feita a análise, pela organização da competição, de todos os projetos inscritos. São escolhidas 100 equipes para enviar um vídeo explicando o projeto com mais detalhes. Dessas, cerca de 30 equipes com o maior potencial e alinhamento com a missão da HackBrazil serão selecionadas para a segunda fase, a de desenvolvimento.

Os projetos escolhidos são conectados aos ecossistemas de MIT e Harvard e recebem mentoria e treinamentos online durante três meses para que possam desenvolver a ideia, o plano de negócios e o protótipo. Após essa etapa, as equipes apresentam novamente seus projetos e cinco são escolhidas para a terceira fase: a final na Brazil Conference. Essas equipes passam a trabalhar na apresentação para os jurados, recebendo mentoria focada. A última fase acontece em Boston, com até três representantes de cada projeto fazendo um pitch para os jurados.
No primeiro ano, foram mais de 300 equipes inscritas e duas equipes que empataram como vencedoras, Bubu Digital e Diagnóstico Público, recebendo US$ 1 mil cada. A segunda edição da HackBrazil contou com mais de 500 equipes inscritas, um crescimento de cerca de 70% comparado com o ano anterior. As 25 equipes selecionadas para participar da fase de desenvolvimento trabalharam com 42 mentores altamente qualificados para desenvolver seus projetos. Na final, a Milênio Bus venceu e recebeu o prêmio de R$ 50 mil.

Para saber mais detalhes e fazer a inscrição para a HackBrazil 2019, acesse www.hackbrazil.com.

Projetos Vencedores
2017
Bubu Digital: Chupeta para monitoramento da saúde infantil.
Acesse: https://bubu.digital/
Diagnóstico Público: Plataforma de visualização de dados de portais de transparência.
Acesse: http://www.diagnosticopublico.com/

2018
Milênio Bus: Aplicativo para monitorar a lotação dos ônibus.
Acesse: http://www.mileniobus.com.br/