FISL14: Mulheres e uma carta

Para quem acompanha a página do facebook viu que estamos no FISL em Porto Alegre : )

Só estou postando pra dizer que estou achando lindo a quantidade de mulheres no evento. Não somos maioria, mas estamos em MUITAS.

Tinham salas com 2 ou 3 homens entre 30, 40 mulheres, acreditam!? Não parece ótimo isso estar acontecendo num evento de software seja ele qual for? Me realizei! Tirei uma foto, mas não sei porquê raios não salvou! : (

Outra coisinha que eu quero mostrar para vocês é o texto que está no site do evento. É uma carta para as mulheres da tecnologia do futuro. O original está aqui e foi escrito pela Stacey Mulcahy.

O texto em inglês é esse aqui:

I woke up to my niece’s phone call today. She had called to tell me that she finally had an answer to that fateful forever question of “what do you want to be when you grow up”. She wanted to make video games. This didn’t really surprise me – she always had a knack for summarizing complex game play in a few words. What did surprise me, however, was my inability to go back to sleep after that call. I lay awake, thinking about her future career choice, about how things are now, and how much I wish I could change them for her. I got up, and I wrote her this letter.

Dear niece – on your 8th birthday,

As a future woman in technology, I want so much more for you than I can articulate. Hopefully, things will have seen some change when you are ready to make this world your own. If that is not the case, here is what I wish for you, for every young woman, and for this industry.

I hope that if someone chooses to toss an adjective in front of your job title, that it is about your qualifications – not your gender.

I hope that you never have to develop a “thick skin”. You are sensitive and thoughtful and lovely – cost of entry should not include compromising who you are.

I hope that you never understand the terms “boys club” and “sausage party” and mostly, that you never find yourself using them.

I hope that being a female developer will cease to be a novelty.

I hope that you attend conferences and find yourself complaining about long lines for the bathroom.

I hope that you never have to see that look of shock when you tell someone you are a developer. Mostly, I hope you never have to hear someone say “good for you”.

I hope that when you attend a meeting that is mostly male, that you never get asked why you are not taking meeting notes. I hope you say “fuck this” more than “it’s okay”.

I hope that you will speak about your expertise. And that when you do, people won’t use some form of social media to point out your body issues. The only body on display, is your body of work.

I hope that skill will always be held in higher esteem than your gender – if you had no skill, you would not be part of the discussion, and your gender is simply a modifier.

I hope that when you ask for what you want and work hard to get it, ambition won’t be misplaced for aggression.

I hope that when you say what you think, you will be considered a contributor, and not a bitch.

I hope that no one ever tells you to “deal with it”, “relax”, or “ease up” because you refuse to laugh at something that simply is not funny.

I hope that your initial interactions involve an immediate transfer of trust in your abilities, rather than starting off by always having to prove yourself.

I hope that you never have to fight for equal pay. And if you do, I hope that you never feel like you need to disparage another for what is rightfully yours.

I hope that you never have to hear a co-worker disservice a colleague by describing their physicality before their competence.

I hope that you find yourself as lucky as I, working with people who are respectful, encouraging and inspiring. Find people who want to raise you up, rather than keep you down.

I hope that you embrace your own inner honey badger.

There will be generous, supportive people in your industry. May you have the good fortune to make those connections and hold them close. They will define you in ways that you could not imagine.

Passion is infectious. I hope you allow yourself to be inspired, but to also inspire. Your work will speak for itself, if you let it.

TRADUÇÃO LIVRE PARA PORTUGUÊS:

Acordei com o telefonema de minha sobrinha hoje. Ela me ligou para dizer que ela finalmente tinha uma resposta para a fatal pergunta: “o que você quer ser quando crescer”. Ela queria fazer games. Isso realmente não me surpreendeu – ela sempre teve um talento especial para resumir complexos jogos em poucas palavras. O que me surpreendeu, no entanto, foi a minha incapacidade de voltar a dormir após o telefonema. Fiquei acordado, pensando sobre sua escolha de carreira, sobre como as coisas estão agora, e quanto eu gostaria de poder alterá-las para ela. Levantei-me, e eu escrevi-lhe esta carta.

Cara sobrinha – em seu oitavo aniversário,

Como uma mulher da tecnologia do futuro, eu quero muito mais para você do que eu posso articular. Felizmente, as coisas vão sofrer alguma mudança quando você estiver pronto para fazer deste mundo o seu próprio. Se esse não é o caso, aqui é o que eu desejo para você, para cada jovem, e para esta indústria.

Espero que se alguém opta por fazer um comentário na frente sobre sua profissão e cargo, que seja sobre suas qualificações – não o seu gênero.

Espero que você nunca tenha que desenvolver algo “casca grossa”. Você é sensível, atenciosa e amável – “custo de entrada” não deve comprometer quem você é.

Espero que você nunca entenda os termos dos “Boys Club” e “festa do salame” e, principalmente, que você nunca encontre-se com eles.

Espero que ser uma desenvolvedora mulher deixará de ser uma novidade.

Eu espero que você vá a conferências e reclame das longas filas no banheiro feminino.

Espero que você nunca tenha que ver o olhar de surpresa quando você diz a alguém que você é um desenvolvedor. Principalmente, eu espero que você nunca tem que ouvir alguém dizer “bom para você”.

Espero que quando você participar de uma reunião que é majoritariamente masculina, que você nunca se pergunte por que você não está tomando notas da reunião. Eu espero que você dizer “dane-se essa” mais do que “está tudo bem”.

Espero que você fale sobre sua experiência. E que quando você fizer isso, as pessoas não usem alguma forma de mídia social para apontar seus problemas corporais. O único corpo à mostra, é o seu corpo de trabalho.

Espero que essa habilidade seja sempre realizada em maior estima do que o seu sexo – se você não tinha habilidade, você não seria parte da discussão, e seu sexo é simplesmente um modificador.

Espero que quando perguntarem o que você quer e trabalhar duro para obtê-lo, a ambição não será deslocada para a agressão.

Espero que quando você falar o que você pensa, você vai ser considerado um colaborador, e não uma cadela.

Espero que nunca ninguém lhe diga para “lidar com isso”, “relax”, ou “deixa pra lá”, por se recusar a rir de algo que simplesmente não é engraçado.

Espero que suas experiências iniciais envolvam uma transferência imediata de confiança em suas habilidades, ao invés de começar por sempre ter que provar a si mesmo.

Espero que você nunca tenha que lutar por igualdade de remuneração. E se você fizer isso, eu espero que você nunca sinta que precisa menosprezar o outro para poder ter o que é seu por direito.

Espero que você nunca tenha que ouvir uma barbaridade de um colega de trabalho, um colega descrevendo sua aparência antes de sua competência.

Espero que você se encontre tão afortunada como eu, trabalhando com pessoas que me respeitam, me encorajam e inspiram. Encontre pessoas que querem te levantar, ao invés de mantê-la para baixo.

Haverá pessoas generosas nesse mundo. Que você tenha a sorte de fazer essas conexões e mantê-los por perto. Eles vão definí-la de uma forma que você não pode nem imaginar.

A paixão é contagiante. Espero que você se permite ser inspirada, mas também inspire os outros. Seu trabalho vai falar por si, se você deixar.

beijos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s