Hoje SEO não é mais diferencial, é pré-requisito!

Putz, mas o que é SEO mesmo?

Search Engine Optimization, é um conjunto de técnicas que tem como objetivo melhorar o posicionamento de um site nos buscadores (Google, Ask, Bing, Yahoo, afins). Quando digo posicionamento é fazer com que os seu público te ache.

Esse assunto está cada vez mais em alta e se tornou quase indispensável, hoje em dia, através de um trabalho de “longo prazo”, profissional de SEO conseguem aumentar a encontrabilidade e o posicionamento de um site nas primeiras páginas do Google (o principal site de busca) para diversos termos relacionados com o serviço, produto ou diferencias da empresa. O site será encontrado por termos relevantes e por internautas potenciais, pessoas que realmente tem a intenção de compra.

Mas como é feita essa otimização?
Atualmente a otimização (SEO) está na boca de todos, desde os clientes, internautas, profissionais de marketing digital e principalmente das agências, que se intitulam “Agências SEO” e destacam o serviço como sendo o cargo chefe da empresa.

Por ter o melhor custo benefício, ser a principal fonte de tráfego e trazer resultados durante anos sem precisar qualquer investimento adicional, a otimização de um site sem dúvida deve ser destacada e apresentada como um dos principais serviços oferecidos por uma agência digital.
Hoje em dia, é comum ver agências destacando, oferecendo e vendendo essa técnica. Mas, infelizmente, está se tornando ainda mais comum ver empresas que cobram pelo serviço, mas não o fazem, ou melhor, dizem ter realizado. Por incrível que pareça esta é a nova realidade. Se você “balançar” uma árvore caem diversas empresas supostamente “especializadas em SEO”.

Beleza, e como eu posso analizar a situação do meu site?
A SEO é composta por um conjunto de padrões, que vão desde uma programação limpa, semântica, conteúdo, relevância, afins. Embora o assunto seja muito complexo para detalhar em apenas um artigo, vou mostrar uma maneira simples que serve como parâmetro na hora da otimização: o estudo de palavras-chave, o título e a descrição da página.

Antes de começar qualquer job, o profissional de SEO precisa ter em mente o público-alvo, analisar os concorrentes e definir as palavras-chave a serem trabalhadas por meio de um estudo feito utilizando ferramentas profissionais, como por exemplo, a “ferramenta de palavras-chave” do Google Adwords.

Após ter feito isso, vamos definir os títulos e descrições de suas páginas utilizando os principais termos de buscas relacionados à sua empresa, levando em consideração o estudo de palavras e o comportamento do seu público-alvo (como e o que eles pesquisariam no Google).

Uma dica para saber se o seu site foi otimizado levando em consideração esses requisitos é acessar o código fonte. Basta entrar em uma página do seu site, clicar com o botão direito do mouse e escolher a opção “exibir código fonte da página“. Encontre o “Title” e a “Description” e analise se os termos/palavras que eles usaram realmente são relacionados com seu produto/serviço, se são palavras muito amplas ou bem segmentadas para o seu público.

Por incrível que pareça algumas empresas não definem nem o title e description, mesmo não tendo feito um estudo minucioso das palavras-chave e comportamento do público-alvo, o preenchimento desses requisitos é essencial para que um site seja melhor posicionado nos buscadores.
Olha aí um esqueminha do processo:

Onde posso me aprofundar no assunto?

Aí vão uns blogs bem bacanas sobre o assunto: Mestre SEO , Marketing de Busca , SEO Master , SEO Marketing ( os nomes são bem criativos não!? rs)

 

beijos!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s