A última do gigante da Internet: Google+.

O slogan: “the Google+ project: Real-life sharing, rethought for the web”. Numa tradução livre seria equivalente a “Facebook velho-zuado, você já rendeu o que tinha que render agora é minha vez de ganhar dinheiro e revolucionar essas tais redes sociais, beleza!?”

Brincadeiras a parte, a proposta soa antiquada, como se tudo que podia ser feito nesse mercado já tivesse sido feito. E é aí que o Google mais uma vez nos surpreende. Sim, ele conseguiu inovar e eu estou louca pra participar, mas por enquanto eles estam em fases de testes e, portanto, trabalhando com um número restrito de usuários convidados.

Vamos a alguns detalhes do projeto:

O objetivo do projeto segundo descrição do próprio google é “corrigir” o compartilhamento on-line, que ainda é estranho na opinião deles (olha a indireta Mark Zuckerberg!). Eles querem “trazer a nuance e a riqueza da vida real” para as redes sociais. Querem usar o melhor do Google, incluindo você, seus relacionamentos, e seus interesses para começar o projeto Google +. Vamos combinar que eles mandaram bem no marketing!?

Está aí um resuminho rápido:

Eles estão cheios de novidades e um layout bem interativo, dentre essas novidades a que mais me chamou a atenção foi: +Hangouts.
A ideia é parar e dizer Olá, cara-a-cara. Vamos a outra tradução livre ( dessa vez é sério! Juro!) da descrição dada pelo próprio Google:

“Se é para barzinho ou simplesmente para o seu quintal, os seres humanos sempre gostaram de sair. E por que não? É assim que podemos relaxar, recarregar, e passar o tempo com velhos e novos amigos. Sair é enganosamente simples, porém, as nuances se perderam no relacionamento on-line.

Basta pensar: quando você entrar no barzinho ou se for para o seu quintal, você está, de fato, sinalizando para todos ao seu redor: ” Hey, eu tenho algum tempo, então sinta-se livre para conversar comigo”. Além disso, a falta de contato físico que coloca as pessoas à vontade, e favorece a conversa se perdeu, já que as ferramentas de comunicação on-line de hoje (como mensagens instantâneas e vídeo-chamada) não entendem essas sutilezas.

• Eles são irritantes, para começar. Você pode dizer a todos que está “disponível”, mas você é obrigado a interromper os planos de alguém.
• Eles são também muito estranhos. Quando alguém não responde, não sei se ele simplesmente não existe, ou simplesmente não se interessa.

Com o Google + queríamos fazer na tela encontros divertidos, espontâneos e realistas, por isso criamos Hangouts ( em português seria o equivalente a Ponto de encontro). Ao combinar o encontro casual com o vídeo em tempo real, Hangouts permite que você pare quando estiver livre, e gaste seu tempo com seus círculos, ficando cara-a-cara com eles.”

Arrasaram! E sabe outra coisa que vai fazer diferença, a atenção que eles estam dando para os dispositivos móveis, afinal eles são o futuro.

Quem se interessou pelo projeto pode encontrar informações direto da fonte: Google+

beijos a todos que estam com raiva como eu de não estar entre os bests do Google que ganharam convitinho! =/

PS: Mas antes de aceitar o primeiro covite que aparecer leiam o post anterior!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s