Semana da Mulher na Tecnologia | Day 4 & 5

Olá pessoal,

sei que já estamos em outra semana, mas queria compartilhar com vocês as minhas impressões dos últimos dois dias da semana da mulher! : )

Nesses dias as atividdes foram as seguintes: Hackday Paraisópolis no Twitter e Encontro de gerações de mulheres na TI. Ambos foram incríveis e super proveitosos! Os highlights foram os seguintes:

DAY 4 – Hackday Paraisópolis no Twitter

 

Além de ter sido no Twitter que está com o escritório novinho e super bacana a audiência foi incrível, em quantidade e qualidade…levamos 60 meninas da comunidade de Paraisópolis e mais algumas de uma comunidade do Real Park para lá, além delas tivemos por volta de 20 mentoras que parearam com os times para fazer a mágica acontecer! A energia estava incrível e os apps também! Me deu ainda mais certeza de que só precisamos dar a oportunidade para todas essas crianças de fazer um mundo melhor e elas farão! ❤

Um dos apps que mais me chamou atenção foi sobre as belezas de Paraisópolis e como as meninas tinham um carinho pela comunidade que elas estavam criando. Aliás vai rolar visitinha na comunidade para validar o app! Não é demais?

Olha aí as fofuras trabalhando…

IMG_20150312_150707 IMG_20150312_150724

 

DAY 5 – Encontro de gerações de mulheres na TI

Encerramos com chave de ouro lá na folha! Mulheres incríveis discutindo e dando sua opnião sobre os principais tópicos sobre diversidade em TI. Mas aqui o grande highlight pra mim é que chegamos a conclusão que a única solução é a educação desde técnica até a social. Vou explicar: precisamos criar as nossas crianças com mais igualdade de gênero, sem muita distinção nos brinquedos e nos valores! Não poderia concordar mais!

Aí vão umas fotinhos:

_IMG_5752 _IMG_5994

Enfim…a semana da mulher foi sensacional e o melhor de tudo: foi só a primeira!

O saldo final foram mais de 500 mulheres impactadas e centenas de querendo mais! E podem ter certeza que ano que vem vamos impactar ainda mais e não só em São Paulo! #ficaadica

beijos realizados!

IMPERDÍVEL: Hackathon da Taça!

Image

No próximo sábado, 31 de maio, o Twitter, Evernote, Sendgrid e a aceleradora Wayra convidam vocês para participar do Hackathon da Taça.

Desenhado especialmente para hackers, desenvolvedores e designers, o Hackathon acontecerá durante 48 horas com o objetivo de criar experiências inovadoras na forma como o público pode acompanhar o maior evento esportivo do mundo, tanto no estádio quanto fora dele!!!!!!!!

O evento contará com a participação de mentores das empresas realizadoras e premiará os melhores projetos com vários gadgets como tablets, geek toys e Raspberry Pis!!!!!!!!! AAAAAAAA eu quero!!!!!!!!!!!!

Além disso, há grandes chances de que esses projetos ganhem visibilidade durante os jogos, pois basta que eles forneçam uma experiência atrativa para os fanáticos de plantão e milhares de usuários potenciais que acompanham o evento.

Para participar,  se inscrevam no site do evento (http://even.tc/hackathondataca). Estão abertas 60 vagas e as equipes devem possuir no máximo 4 pessoas. Maiores detalhes podem ser encontrados no site do evento ou nos posts de redes sociais com a hashtag #hackathondataça.

 

CORREEEEEE MULHERADA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

 

Exército dos EUA cria “vigia” de perfis nas redes sociais

O Exército americano está desenvolvendo um software de controle e manipulação de redes sociais para fazer propaganda pró-Estados Unidos ao redor do mundo, segundo reportagem do jornal britânico The Guardian. O programa foi encomendado a uma fabricante da Califórnia, por meio de uma licitação do Comando Central do Exército, o Centcom.

A companhia, cujo nome não foi revelado, foi contratada para fabricar um software capaz de criar “perfis-robô” em sites de relacionamentos que possam ser controlados a partir de uma única conta. Segundo uma pessoa ligada ao Exército informou ao Guardian, o programa vai permitir que cada funcionário controle até dez perfis falsos ao mesmo tempo.

De acordo com o porta-voz do Exército, Comandante Bill Speaks, a tecnologia que está sendo criada vai permitir que o Centcom monitore as mensagens hostis aos EUA publicadas na internet em outras línguas. Ele acrescenta que nenhuma dessas “intervenções” será em inglês, visto que “seria ilegal abordar cidadãos americanos dessa forma”.

Quando o software estiver pronto, ele vai apontar para os controladores dos perfis onde o nome dos Estados Unidos é mencionado. A partir daí, o oficial do governo poderá intervir na conversa como se fosse uma pessoa real, e não um funcionário da Casa Branca. A estratégia, segundo o Centcom, é difundir uma boa imagem dos EUA para internautas ao redor do mundo.

O foco do software, segundo o Exército, não é nenhuma rede específica nem sites baseados nos EUA – em inglês ou não. A intenção é apenas responder às mensagens de violência contra o país.

Lendo a nbotícia desse jeito nem parece tão ruim vai!? Eu duvidei que eles usariam SÓ para responder mensagens suspeitas…

AGORA VAMOS A REALIDADE:

O grupo Anonymous descobriu um projeto do Exército dos EUA chamado Metal Gear, que visa a construir identidades falsas na internet para divulgar propaganda. Isto se dará com ajuda de um software que irá criar perfis no Facebook ou no Twitter  para influenciar nos fóruns e discussões da Rede. De fato, esta iniciativa já poderia estar sendo posta em prática no Iraque e no Afeganistão.

De acordo com documentos publicados pelo Anonymous, o projeto Metal Gear pretende construir um “software” para manipular as redes sociais. O processo está criando “falsas identidades online” nestas redes. Assim, os militares dos EUA podem fazer comentários, introduzir argumentos contrários e, finalmente, gerar pontos de vista com toda a legitimidade que é conseguida por um perfil normal de um cidadão.

Esta estratégia de propaganda, se podem construir perfis que realmente se parecem com de alguém real, incluindo toda uma rede de amigos e uma história pregressa, como uma profissão, conhecimentos associados, e vida pessoal. Um perfil falso teria mais chance de sucesso que uma instituição na hora de proteger os interesses do Exército dos Estados Unidos em redes sociais e fóruns de Internet.

Agora sim uma versão mais realista dos fatos. Nessa dá pra acreditar! São em situações como essa que nosso olhar crítico PRECISA estar apurado. Não podemos acreditar de bate pronto em qualquer coisa, nem deixar que uma frase rearranjada mascare os fatos.

Pensem nisso!

 

beijos!