7 ferramentas de gestão para te ajudar nos negócios

Gerenciar um negócio não é fácil né?  Por menor que seja exige atenção e organização, eu tive muitas dificuldades para entender como otimizar e gerir melhor meu trabalho. O que me ajudou muito nesse processo foi compreender que algumas ferramentas poderiam me ajudar muito nesse caminho.

Essas ferramentas ajudam muito na gestão de pequenas e médias empresas, mas seu uso ainda é subestimado.

Eu separei aqui 7 ferramentas que eu testei no meu processo e que também podem te ajudar na hora de intensificar o rendimento do seu tempo e o controle nos trabalhos da sua empresa.

Antes de te apresentar esses instrumentos eu preciso que você responda uma pergunta fundamental.

Qual sua necessidade?

É importante identificar quais suas necessidades, isso te ajuda a selecionar a ferramenta ideal para ajudar o seu negócio, fique atento ao que você não precisa, aparentemente muitas funcionalidades parece o céu, mas se você não necessitar delas vai dificultar ainda mais o gerenciamento e deixar seu trabalho mais burocrático e menos eficiente.

Para que eu vou usar essas ferramentas?

Toda atividade, por menor que seja, necessita de gerenciamento, ao utilizar a ferramenta certa você consegue geri-lo de forma mais simples e eficiente, meu objetivo aqui compartilhar minha experiência e te ajudar a entender a função dessas ferramentas para que você faça a escolha certa para o seu negócio.

1. Basecamp: Um programa para gerenciamento de equipes com um número reduzido de pessoas.

Carrega funcionalidades tanto para auxiliar os gerentes do projeto quanto para ajudar os membros da equipe. Permite organizar reuniões, definir datas e facilita a comunicação.

2. Slack: Um aplicativo para equipes que ajuda a organizar projetos a partir do compartilhamento de arquivos. Ele otimiza a comunicação, deixando-a mais eficiente.

3. TeamGantt: Um programa baseado em tabelas, elas possibilitam rastrear prazos e marcos dentro do seu projeto. Com uma interface agradável e diversas funções de tabelas, esse é o programa para pessoas visuais, que gostam de eficiência aliada a um belo layout.

4. Trello: Ele te permite gerenciar projetos, montar listas e compartilhar arquivos, é um gestor eficiente para pequenas empresas.

5. Heflo: Um software que permite criar diagramas e fluxogramas com facilidade, ideal para organizar os trabalhos e verificar os resultados e prospecções.

6. Evernote: Possui recursos interessantes que auxiliam a gestão de projetos, é um programa flexível: possibilita a criação notas, também pode categorizar tudo em cadernos específicos.

7. Google Drive: O Google Drive te possibilita compartilhar e co-editar documentos, visualizar histórico de revisão e comentar em documentos.

A ferramenta possui inúmeras utilidades para ajudar nos negócios, como documentos, planilhas e apresentação de slides.

O mais importante na hora de escolher uma ferramenta para ajudar no seu negócio é identificar a sua necessidade e depois TESTE, teste muito, não se assuste com isso, é tentado que você consegue identificar o que te atende da melhor forma.

—————— AUTORA——————

bia

 

Bia Gonzalez: carioca, arquiteta, apaixonada por internet e blogueira do Decorafino.

Marketing/Propaganda na Web.

A internet vem crescendo com bastante consistência e isso não é novidade. Eu posso dizer que mesmo com apenas 20 anos senti isso na pele. No meu ensino fundamental ainda fazia pesquisas na enciclopédia conhecer e pedia pra mamãe ir tirar xerox de páginas para poder usá-las em pesquisas e afins. Hoje ninguém mais faz isso!

A importância da web como veículo de divulgação e publicidade é imensurável. As novas “redes sociais virtuais”, como sites de relacionamento, blogs, fotologs, videologs e etc. possuem papel de protagonista dentro deste contexto.
Beleza e porque eu estou falando disso?

Estava preparando uma apresentação sobre o tema para um seminário na faculdade e fiquei bastante impressionada com os números. Já tinha sentido na pele os efeitos do marketing na web, mas nunca tinha parado para observar a magnitude dos números. Vamos a alguns fatos:

  • Importância: as campanhas no universo virtual que são apresentadas nas redes sociais têm impactado maior do que as que estão nos sites das próprias empresas anunciantes.
  • Influência: anúncios em sites de buscas e banners são os mais influentes.
  • Números: uma pesquisa realizada pela Deloitte/Harrison Group detectou que 80% dos entrevistados já conheceram um novo produto através da internet, 73% já compraram por causa de recomendações de outros usuários enquanto navegavam e 61% já recomendaram uma compra a outros internautas.
  • Custo reduzido: uma importante vantagem para o anunciante é o custo,que pode ser mais reduzido em relação às outras mídias,como TV e impressos.
  • Contextualização: dependendo do objetivo da campanha,anunciar em sites especializados pode trazer maior retorno ao investimento.Por exemplo,automóveis e acessórios em sites especializados competem com bons resultados obtidos em classificados de jornais e anúncios de televisão.
  • Internet está roubando”público das revistas,jornais e TV.
  • Segmentação e métricas.Justamente um grande benefício da publicidade na web é a segmentação,junto com a mensuração de resultados,que permitem acompanhar o comportamento do consumidor do momento da exposição à campanha até o clique final da transação. Métricas ajudam a mudar o que não está dando certo.Ferramentas essenciais como adservers fazem as métricas dos cliques em anúncios e número de impressões)e web analytics métricas para o acesso ao site e movimentos dos visitantes)podem avaliar se uma determinada peça ou veículo está gerando o resultado desejado durante o processo.

  • Alcance fragmentado:apesar dos números expressivos,a tendência de campanhas funcionarem melhor quando contextualizadas esbarram na dificuldade de atingir públicos dispersos em números e diferentes destinos,com pouca padronização para exibir propaganda.
  • A publicidade na internet ainda não superou a importância das mídias tradicionais, como a TV e as revistas, mas é o veículo que mais cresce em relevância, já superou o jornal por exemplo.

Decididamente, a internet vem aumentando o seu poder de influência e tornando-se cada vez mais estratégica para as campanhas publicitárias. Quem não tem um site, um blog, um perfil no facebook, um e-mail?

beijos!